quinta-feira, 1 de maio de 2008

Por que imigramos?





Subiu uma montanha e ficou ali, escondido entre o mato alto, observando o vilarejo. Hanna tinha dezessete anos, e havia dois que tinha se filiado ao partido Caumi Sírio (Partido Nacionalista Social Sírio fundado por Antun Saadeh), que se opunha ao nacionalismo árabe e ao islamismo, pregando valores laicos, em uma Síria fragmentada após anos de dominação . Naquele ano de 1954 a Síria completaria 36 anos de libertação do domínio turco, uma liberdade que custara a redução das fronteiras históricas divisão de seu território *. Os Caumiistas não aceitavam a divisão atual, e nem a interferência da Religião nos Estados Árabes, pregando o secularismo como idéia central de governo e única forma de reestabelecer a verdadeira soberania nacional.
Hanna procurava as mulheres e crianças da sua aldeia, Bedada, que haviam sido sequestradas pelo comandante do exército sírio. O governo havia enviado um batalhão para caçar Caumiistas, e Hanna era um conhecido caumiista.
O comandante do exército sírio mantinha prisioneiras umas 50 mulheres e crianças, inclusive duas das três irmãs de Hanna, Mutiàa e Zalfa. Hanna avistou da montanha a movimentação próxima ao moinho perto do rio Barada, e dirigiu-se para lá. O comandante estava só, e armado diante de um curral velho cuja porteira fechava por fora. Hanna também tinha um revólver, e antes que o comandante pudesse reagir apontava a arma para sua cabeça. Hanna rendeu o comandante sírio, pegou sua arma e mandou que se despisse. O comandante sírio assim o fez, e Hanna mandou que ele entrasse no rio. Pegou a roupa e libertou os reféns. Daquele dia em diante, Hanna ficou conhecido como herói na pequena aldeia de Bedada. Algum tempo depois, o comandante do exército tornava-se um influente assessor no governo do presidente Hafez al Assad. O partido Caumi foi proibido na Síria por 20 anos, e Hanna teve que se exilar, junto com diversos companheiros de partido, dentre eles seu futuro sogro Yourghaki Fahd, que partiu do Líbano para conhecer o Brasil antes de levar a família, no mesmo mês que Hanna. Todos viriam, ainda na década de 50, engrossar a leva migratória originada durante a 2a guerra mundial, montando suas vidas no Brasil.

* Turca até 1918, com o fim da Primeira Guerra Mundial a
Síria foi então dividida em duas partes: uma sob mandato francês, que compreendia a Síria e o Líbano atual, e a outra baixo mandato britânico, composta por Palestina, Transjordania - atualmente Israel e Jordânia - e Iraque (Fonte: Wikipedia).

Nenhum comentário: